10/02/2017

A CASA ESPIRITA E A MODERNIDADE


Resultado de imagem para a casa espirita e a modernidade

A modernidade tem sido uma ferramenta maravilhosa a acelerar a grande caminhada da humanidade na direção do progresso, sendo fator tão almejado nos dias de hoje por todas as comunidades nos mais diversos rincões da geografia terrena.
Assim as ciências têm contribuído de forma notável com os magníficos avanços, trazendo ao homem moderno melhores condições de vida, maior conforto, encurtando distancias, priorizando o tempo e aproximando pessoas sem importar a distancia que se encontrem, desta forma hoje tudo tem sido vivido, assistido e documentado em tempo real.

Leia mais...
E é natural que seja assim, a modernidade tem produzido o progresso e o progresso produzido a evolução, e a evolução vem premiando ao homem moderno com maiores e melhores perspectivas de vida, produção e prosperidade.

A modernidade vem trazendo em seu bojo avanços e mais avanços, todos significativos, facultando a todos possuir e gozar de maiores comodidades. Os avanços tem facilitado a vida de muitos que antes viviam em situações penosas e precárias. Tudo isso é muito lógico, louvável e compreensível, sendo mesmo necessário que seja assim.
Contudo, observamos que a aceleração irrefreável dos avanços verificados, tem construído no homem ainda despreparado para o futuro a ganancia em possuir, desejando sempre mais e mais. Uma multidão tem mergulhado neste estado de desejo sem medidas e incontrolável, determinando assim uma situação de consumismo sem limites. Assim tem nascido um abismo perigoso, fundamentado na ânsia por novidades, o homem moderno tem vivido cada vez mais sequioso em sua busca por novidades, e sem perceber vem afundando cada vez mais num charco movediço recheado de descartáveis.
Entendemos, entretanto que a busca por novidades é um direito de todos, um processo maravilhoso, lidimo ao próprio contexto do progresso, contudo não podemos nos esquecer de que a lida com o novo deverá estar sempre subordinada a uma rígida disciplina, não nos permitindo afastar das exigências em torno da qualidade, e balizado pelos parâmetros das necessidades, sob pena de estarmos deslizando imperceptivelmente pelos perigosos despenhadeiros onde tudo se torna simplesmente descartável.
Observamos esta questão de forma criteriosa e preocupada, hoje se descarta tudo, as posses, os bens de utilidade, amizades, pessoas, estamos assistindo ao descarte de estruturas preciosas como o sentimento, as emoções, a moral e as responsabilidades, e em muitos casos temos também testemunhado de forma pesarosa o descarte de lares, de famílias dantes promissoras, maravilhosas, transformando-as em simples escombros, e tudo isso em nome da busca desenfreada em torno das novidades e em nome de uma pseudo modernidade.
Daqui temos observado de forma preocupada os rumos do Movimento Espirita diante a modernidade que assola a atualidade. Muitas vezes se perdendo na lida com as novidades que batem às suas portas a todo o momento. Assim, em nome da modernidade temos descartado e sucateado perolas preciosas e de raro valor. Tudo tem sido descartado pela ânsia de atender às novidades e infelizmente sem a devida acuidade avaliadora. Temos priorizado as novidades que muitas vezes nada trazem consigo de qualitativo e tão pouco de produtivo, mas que simplesmente contemplam a avidez de muitos em torno de novidades.
Não nos esqueçamos de que temos um passado a zelar, e uma história maravilhosa em construção, e que das estruturas Kardequianas não se abre mão, e tão pouco se descarta o zelo imprescindível pela coerência doutrinaria, sobre pena de nos perdermos neste cipoal de novidades e tornarmos a nós mesmos os descartáveis do próximo momento.
Casa Espirita é necessário abrir em seu interior uma ampla reflexão em torno das novidades, sobre o consumismo, e acerca das novidades que tem batido a nossa porta, e principalmente sobre aquilo que é verdadeiramente descartável e sobre aquilo que não é descartável, sob pena de num futuro próximo nos vermos mergulhados em grandes enganos.
Necessário se faça uma ampla reflexão de nossos valorosos instrumentais, amando-os, protegendo-os e guardando-os vigorosamente, e colocando-os dia a dia na pauta do imprescindível. O Pentateuco de Kardec, a monumental obra legada por Francisco Candido Xavier, através de Emmanuel, André Luiz e tantos outros seareiros ilustres que foram as luzes imprescindíveis nas primeiras horas. Joanna de Angelis, Amélia Rodrigues e tantos outros luminares que nos foram valorosos candeeiros desde os primeiros momentos. Movimento Espirita não se pode sucatear perolas, atirando-as ao monturo dos inservíveis e dos descartáveis, simplesmente porque as sereias das novidades cantarolam a nossa porta.
Precisamos urgentemente fazer um retorno, reciclar a simplicidade e a humildade dos primeiros dias!…
Casa Espirita, mantenhamo-nos atentos em torno dos caminhos a seguir, firmes quanto às direções a serem tomadas, sem que haja nenhuma recusa ao precioso e indispensável auxilio da modernidade, mas nos mantendo responsáveis e conscientes de que a qualidade jamais perde o seu prazo de validade e a sua serventia, e que por isso mesmo mantêm-se sempre moderna e atual. Lembremo-nos de que Jesus, ainda que ELE tenha nos trazido a sua mensagem plena em preceitos éticos morais a mais de dois mil anos, mantem-se ainda hoje atual e moderna como nos primeiros dias, e uma grande novidade para tantos quantos anseiam por um caminho melhor, e por todos aqueles que se encontram sedentos por vibrações de paz e de harmonia.
Casa Espirita, espiritas, avante, sempre avante!… Prossigamos modernizando, atualizando, renovando, e progredindo, sem nos esquecer de que Deus, Cristo e Caridade é a bandeira sempre atual e atuante na construção de um mundo melhor.
Que Jesus seja para todos nós a grande modernidade em nossas vidas, luzindo em nossos corações hoje e sempre.
Bezerra de Menezes, psicografia Jairo Avellar.

Nenhum comentário:

PASSE VIRTUAL - Clicar no link abaixo

Vibrações Online - Clicar no link abaixo

Prece belíssima!

"O lírio que floresce no lodo é uma estrela de Deus que, brilhando no charco, jamais se contamina." (André Luiz)

Meu coração é uma estrela

Meu coração é uma estrela, e eu fui criado para o bem e para a luz!...
Não fui criado para o mal, nem para a corrupção.
Não recebi uma alma para transfigurá-la em espectro do lodo.
Não fui feito para o vício e a degradação.
Meu corpo é santuário sagrado criado para a exteriorização do amor e da luz.
Meus sentimentos são pérolas que não devo dividir com a imundície.
Meu pensamento é matéria sutil que devo dirigir para as criações superiores.
Minha vontade é alavanca que deseja meu Deus me projete no rumo da paz e da glória.
Situou-me Ele no mundo para que eu me livre do animal que ainda sou e não que o perpetue em mim.
Preparou-me Ele o espírito para a perfeição da angelitude e não para a degradação infamante da forma.Soprou-me na mente o progresso e não o gelo da estagnação.
Portanto, estou no mundo em aprendizado e não em escravidão; em busca da luz e não das trevas; forjando a sublimação e não o retrocesso.
Situa-me, Senhor, dentro desta verdade, e me ampara os caminhos para que eu não ceda às tentações do mundo.
Que eu sirva quanto esteja em mim servir; que eu ame quanto possa; que estenda as mãos e ampare sempre; que esteja próximo quando necessitado; que eu caminhe distribuindo o melhor de mim; que possam contar comigo todos os irmãos do mundo, mas te peço Pai:
não permite que eu me iluda, me vicie e me perca nele, por ingenuidade ou invigilância, e assim, cego, equivocadamente substitua valores e me afaste de Ti, cada vez mais, para meu próprio prejuízo e infelicidade!...

Assim seja!

Prece ditada por André Luiz - Instituto de Estudo, Pesquisa e
Divulgação Espírita André Luiz - Curitiba, PR

ORAÇÕES ESPÍRITAS

ORAÇÃO COMBUSTÍVEL DA ALMA

ORAÇÃO:AMAR COMO JESUS AMOU

ORAÇÃO PARA CURA

ORAÇÕES PARA NOITE

ORAÇÃO PARA BENÇÃO DO CENTRO ESPÍRITA
EMMANUEL

ORAÇÃO PARA TER FORÇA E CORAGEM

PRECE DE CÁRITAS E SUA HISTÓRIA

PRECE DA GRATIDÃO

PRECE PELO DOENTE

PRECE DO PERDÃO

PRECE PARA O DOENTE ORAR




Wikipedia

Resultados da pesquisa

Seguidores