21/06/2012

A história da Águia


águia americana
A história da águia é uma parábola. Conta-se que é a ave que tem maior longevidade da espécie, vive em média 70 anos. Quando chega aos quarenta anos, ela tem que tomar a mais importante decisão - continuar vivendo ou morrer. Nesta idade, suas unhas estão tão crescidas que a impossibilita comer. Seu bico está muito longo e encurvado. Suas penas estão muito velhas, longas e ralas, dificultando o seu voar.

Decidir viver não é fácil. Mas, muitas das aves escolhem a vida. A águia, nesta fase, alça vôo com um esforço incomum, procura o pico mais alto, onde poderá ficar só, isolada e protegida do inimigo . É muito difícil para ela, pois, terá que chegar ao limite máximo de sua existência. Porém, sua motivação é a própria vida e ela não desiste. Após este vôo exaustivo, chega ao local e protege-se muito bem, inicia sua difícil tarefa.

Ela arranca pena por pena de suas asas e cauda. Aí, inicia outra ainda pior, arranca unha por unha. O trabalho ainda não terminou! Muito debilitada, mas sempre perseverante inicia a pior das tarefas. Picar com força a parece rochosa até arrancar o seu bico. Parece suicidio. Mas algo maravilhoso acontece. Ela promoveu a energia natural para a SUA renovação. Suas unhas e suas penas começam a crescer. Seu bico demora um pouco mais.

Todo o processo dura aproximadamente cinco meses. Apesar de todo seu sacrifício, ela sabe que é uma vitoriosa e alça seu vôo para a vida (mais trinta anos).

Sentido da parábola:
Lição de vida em relação ao sofrimento que causa as mudanças. O aceite de novos paradigmas (padrões e regras). A águia da estória, não esperou por ninguém (governo, amigos, sorteios,etc...), ela apenas agiu, fez... Que tal renovar seus ideais, enfrentar novos desafios ou apenas tomar a atitude correta e fazer a diferença em sua própria vida?

Nenhum comentário:

Prece belíssima!

"O lírio que floresce no lodo é uma estrela de Deus que, brilhando no charco, jamais se contamina." (André Luiz)

Meu coração é uma estrela

Meu coração é uma estrela, e eu fui criado para o bem e para a luz!...
Não fui criado para o mal, nem para a corrupção.
Não recebi uma alma para transfigurá-la em espectro do lodo.
Não fui feito para o vício e a degradação.
Meu corpo é santuário sagrado criado para a exteriorização do amor e da luz.
Meus sentimentos são pérolas que não devo dividir com a imundície.
Meu pensamento é matéria sutil que devo dirigir para as criações superiores.
Minha vontade é alavanca que deseja meu Deus me projete no rumo da paz e da glória.
Situou-me Ele no mundo para que eu me livre do animal que ainda sou e não que o perpetue em mim.
Preparou-me Ele o espírito para a perfeição da angelitude e não para a degradação infamante da forma.Soprou-me na mente o progresso e não o gelo da estagnação.
Portanto, estou no mundo em aprendizado e não em escravidão; em busca da luz e não das trevas; forjando a sublimação e não o retrocesso.
Situa-me, Senhor, dentro desta verdade, e me ampara os caminhos para que eu não ceda às tentações do mundo.
Que eu sirva quanto esteja em mim servir; que eu ame quanto possa; que estenda as mãos e ampare sempre; que esteja próximo quando necessitado; que eu caminhe distribuindo o melhor de mim; que possam contar comigo todos os irmãos do mundo, mas te peço Pai:
não permite que eu me iluda, me vicie e me perca nele, por ingenuidade ou invigilância, e assim, cego, equivocadamente substitua valores e me afaste de Ti, cada vez mais, para meu próprio prejuízo e infelicidade!...

Assim seja!

Prece ditada por André Luiz - Instituto de Estudo, Pesquisa e
Divulgação Espírita André Luiz - Curitiba, PR


PayPal Logo

Cadastre-se no PayPal e comece a aceitar pagamentos com cartão de crédito instantaneamente.

OBRAS BÁSICAS

Leia e divulgue as obras básicas da doutrina espírita. "A maior caridade que podemos fazer em relação à Doutrina é a sua própria divulgação"