27/03/2006

Ghandi e a não violência (Ahimsa)

Mohandas Karamchand Gandhi (18691948) elevou os princípios da Ahimsa à sua maior espressão. Ahimsa quer dizer não violência. E Em sânscrito, sathya significa verdade. O tema central do pensamento e das ações do grande pacificador indiano, se baseia nesses dois conceitos: Ahimsa e Sathyagraha. A conquista da Verdade através do uso da Não violência.
Mahatma Gandhi, líder nacionalista e reformador religioso, recebeu uma forte influência da obra literária do pacifista russo León Tolstoi e pela essência da filosofia cristã. Segundo seus biógrafos, toda a vida de Ghandi foi uma luta pela conquista da verdade. Suas falas, seus escritos, seus discursos, tudo; invoca constantemente a verdade e a resistência passiva. Ghandi viveu exatamente o oposto de olho por olho, dente por dente. A não cooperação com o mal é um dever sagrado. Temos necessidade diária de praticar a não violência. Não há como ensinar novas idéias cortando a cabeça ao aprendiz. Nem despertar-lhe novos sentimentos, cravando-lhe uma espada no peito.
A narureza humana é uma só. É sensível aos eflúvios do amor. Quando as palavras são impotentes diante das pessoas violentas, deve-se recorrer à pureza, à humildade, à honestidade, etc. até às últimas conseqüências!
Artigo inspirado no livro REFLEXIONES SOBRE LA NO VIOLENCIA
GANDHI

Nenhum comentário:

Prece belíssima!

"O lírio que floresce no lodo é uma estrela de Deus que, brilhando no charco, jamais se contamina." (André Luiz)

Meu coração é uma estrela

Meu coração é uma estrela, e eu fui criado para o bem e para a luz!...
Não fui criado para o mal, nem para a corrupção.
Não recebi uma alma para transfigurá-la em espectro do lodo.
Não fui feito para o vício e a degradação.
Meu corpo é santuário sagrado criado para a exteriorização do amor e da luz.
Meus sentimentos são pérolas que não devo dividir com a imundície.
Meu pensamento é matéria sutil que devo dirigir para as criações superiores.
Minha vontade é alavanca que deseja meu Deus me projete no rumo da paz e da glória.
Situou-me Ele no mundo para que eu me livre do animal que ainda sou e não que o perpetue em mim.
Preparou-me Ele o espírito para a perfeição da angelitude e não para a degradação infamante da forma.Soprou-me na mente o progresso e não o gelo da estagnação.
Portanto, estou no mundo em aprendizado e não em escravidão; em busca da luz e não das trevas; forjando a sublimação e não o retrocesso.
Situa-me, Senhor, dentro desta verdade, e me ampara os caminhos para que eu não ceda às tentações do mundo.
Que eu sirva quanto esteja em mim servir; que eu ame quanto possa; que estenda as mãos e ampare sempre; que esteja próximo quando necessitado; que eu caminhe distribuindo o melhor de mim; que possam contar comigo todos os irmãos do mundo, mas te peço Pai:
não permite que eu me iluda, me vicie e me perca nele, por ingenuidade ou invigilância, e assim, cego, equivocadamente substitua valores e me afaste de Ti, cada vez mais, para meu próprio prejuízo e infelicidade!...

Assim seja!

Prece ditada por André Luiz - Instituto de Estudo, Pesquisa e
Divulgação Espírita André Luiz - Curitiba, PR


PayPal Logo

Cadastre-se no PayPal e comece a aceitar pagamentos com cartão de crédito instantaneamente.

OBRAS BÁSICAS

Leia e divulgue as obras básicas da doutrina espírita. "A maior caridade que podemos fazer em relação à Doutrina é a sua própria divulgação"